13 de outubro de 2012

My Life- 4ª Parte






Mini, mini capítulo. Foi escrito à pressa e por isso mesmo acho que não está nada de interessante... é só uma conversa entre eles os dois... xd Penso que a partir daqui vai haver mais a "contar". Espero que gostem, de qualquer maneira! :)






- Obrigada mais uma vez. Era óptimo que toda gente fosse como tu.
- Acho que isso não teria tanta graça…
- Pois, tens razão. Mas tu percebeste!
- Pois percebi. Vá! Siga, arrumar as suas coisinhas no seu belo e novo quarto. – disse enquanto me ajudava com as malas. – Siga-me, senhorita.


*****************************************************************************************


-Bem, espero que gostes do teu novo quarto. – disse abrindo-me, ao mesmo tempo a porta do meu suposto novo quarto. Quando esta se abriu, pude ver um espaço bem acolhedor, paredes com tons arroxeados e uma decoração moderna. Adoro!
- Muito melhor do que um hotel! Sem comparação… Era capaz de ficar aqui enfiada todo o dia. – referi enquanto me sentava na cama saltando sobre esta.
- Vês eu disse-te que era muito melhor que um hotel… Mas Londres é mais do que um quarto, há muito para ver. Afinal, não foi para isso que vieste?
- Sim eu sei. Mas a sério, adoro o quarto. Ah, porquê roxo, Liam? –perguntei-lhe.
- Não sei. Simplesmente gosto desta cor e porque sabia que eras uma rapariga portanto…bem, gostas não gostas? Isso é que é importante! – respondeu-me um pouco atrapalhado.
- Eh! Eh! De facto, gosto muito de roxo, uma das minhas cores favoritas.
- Ainda bem, que gostas. Bem vou deixar-te a arrumar as tuas coisas enquanto te vou preparar qualquer coisa para comeres, pois deves estar cheia de fome.
- Não te precisas de incomodar… Eu não tenho assim tanta fome. – na verdade estava ruída de fome.
- Fizeste uma viajem da América até Londres e achas que acredito que não tens fome? E além disso já sei como é que é a comida de avião. Vives aqui. A casa é tua, sempre que quiseres ‘tás à vontade. Como hoje ‘tás cansadinha eu vou tratar da tua refeição, porque nos restantes dias a menina tem que me ajudar, pois digamos que não sou lá muito bom na cozinha.
- Ah! Ah! Está bem, eu aceito a tua refeição. – disse-lhe com um pequeno sorriso. – Não te preocupes, eu ajudo-te no que for preciso. Talvez te ensine uns truques de culinária, mais tarde.
- Combinado! Vá, vou deixar-te, então a arrumar as tuas coisinhas. – disse ele, depois de me dar um beijo na bochecha.

12 de outubro de 2012

My Life- 3ª Parte



Pequeno, eu sei, mas vou tentar escrever mais e mais frequentemente! Eu juro que vou tentar! :x
Espero que gostem e que comentem, é importante para mim, duma certa forma... xd
Vá, muitos beijinhos e espero que gostem! ;) :*
(Penso em publicar ou mais logo ou amanhã...-fartas das promessas e dos "tentar" ,né?- Sorry!)



-Fogo, estava a pensar em quem não gosta de ter uma rapariga bonita como tu, como amiga. Satisfeita?- senti as maçãs do rosto um pouco quentes, estava envergonhada, o que não é bom sinal. Mas não o posso mostrar.- Fica já a saber que adoro o teu nome! – tentei pagar-lhe na mesma moeda, mas numa forma, diferente! - Sabes, além do teu nome, adoro também outras coisas em ti...-disse sussurrando-lhe junto do ouvido mas perto dos seus lábios. Senti a sua respiração um pouco forte, sorri e afastei-me dele, virando-lhe as costas.- então, não me vais responder à pergunta?
-Hã? O quê? Que pergunta?
-Perguntei-te, se íamos, ficar algum tempo juntos.... Mas onde é que andas com a cabeça?- disse na brincadeira- Então Liam, responde.


*************************************************************************************************


-Sim. Sim, vamos…- disse finalmente.
-E estás sozinho?
-Sim. Vamos ficar estas férias, praticamente sozinhos, aqui em casa.
-Ai, sim? Posso saber porquê?
-Yap. É que eu tenho duas irmãs mais velhas, que estudam na universidade, então passam as férias com os amigos, em viagem. E os meus pais, estão em viajem pelo mundo fora. Já precisavam disso há já muito tempo! – esclareceu-me.
-Porque será que estão todos em viagem? Se calhar era melhor não ter vindo. Isso parece-me mais um pretexto para não te aturar, não acredito que vou levar contigo durante um ano inteiro.- disse-lhe na brincadeira, e ele percebeu.
-Ah! Ah! Ah! Ah!– ironizou.- Estou a ver que a menina é muito engraçadinha. Pois fica a saber, que sou muito fácil de aturar. – informou-me, com ar superior.
-Isso logo se vê! – continuei eu na brincadeira- Porque é que estás a olhar assim para mim?-perguntei depois de reparar em como ele me olhava.
- É só que… eu tenho a certeza que te conheço de algum lado…- Não, não, não e não isto não me pode estar a acontecer. Tão cedo?
- Não, deves estar a confundir-me com alguém!
- Ah já sei! Tu és a Kayla Johnson, a grande revelação no mundo dos artistas! Eu nem acredito que estás em minha casa!
- Quem não acredita sou eu!-tinha a certeza que iria ser reconhecida por alguém, mas tinha uma pequena esperança que isso não fosse acontecer… Também ele iria viver comigo a uma certa altura teria de acontecer...-Ouve Liam, eu posso não ficar aqui, se quiseres eu vou para um hotel, deixo-te em paz e assim não és perseguido ou qualquer coisa do género, por pessoas que não têm mais nada que fazer e…
- Calma! Tem calma! Porque é que irias para um hotel, quando tens esta linda casa com um rapaz delicioso a viver nela, hein? - apesar de aquilo ser um assunto sério, sorri, ele é um rapaz querido, apesar de um pouco convencido. Ah! Ah! - E porque vieste? E porquê, como aluna de intercâmbio?
-Eu vim… bem, porque a minha vida estava uma total confusão eu já nem sabia distinguir o bem do mal, eu só queria voltar a ser uma rapariga normal outra vez, pelo menos um único minuto da minha vida. Londres pareceu-me o local ideal para começar de novo. Quando viajei por estas terras inglesas, nunca tive a oportunidade de ficar mais do que quinze dias e visitar e explorar tudo que existe aqui, acho que o quero agora.– aí senti lágrimas a escorrerem pelo meu rosto, lembrar-me do que se passou no passado deixou-me fraca…
- Hey! Não chores! –disse-me enquanto me limpava as lágrimas.
- Desculpa, só que acho que precisava de chorar já há muito tempo. Faz-me bem... – justifiquei-me eu com um sorriso genuíno na cara.
- Assim, sim. Vá uma rapariga tão linda quanto tu não pode chorar! – referiu enquanto me abraçava.
- Obrigada!
- Mas sabes que eu não serei o único a reconhecer-te, certo? –perguntou-me.
- Tenho a noção disso, mas seria tudo mais fácil se não fosse, sabes?
- Acho que não posso dizer-te que compreendo, porque não posso, mas do que depender de mim serás tratada como uma rapariga perfeitamente normal. - disse-me enquanto desfazia aquele abraço.
- Obrigada mais uma vez. Era óptimo que toda gente fosse como tu.
- Acho que isso não teria tanta graça…
- Pois, tens razão. Mas tu percebeste!
- Pois percebi. Vá! Siga, arrumar as suas coisinhas no seu belo e novo quarto. – disse enquanto me ajudava com as malas. – Siga-me, por favor, senhorita Johnson. - pediu na brincadeira, mas com a maior delicadeza. Eh! Eh!

6 de outubro de 2012

Não me matem! XD

Peço imensas desculpas àqueles que visitam o blogue mas não consegui mesmo postar nada ultimamente. Eu prometo que vou tentar postar mais coisas e mais assiduamente. Penso que ainda consigo postar a próxima parte da Fic hoje ou amanhã.
Se quiserem podem dar sugestões para o blog eu ficaria muito agradecida, por ter a vossa opinião e a vossa ajuda para tornar o blog mais do vosso agrado.

Bem, acho que não tenho mais nada a dizer... e mais uma vez peço imensa desculpa por ter estado bastante ausente, mas a escola estraga tudo (não é desculpa xd). xp

Muitos "chanchos",

Nokas Miranda!


13 de setembro de 2012

2 de setembro de 2012

Desafio


Este desafio foi-me "oferecido" pela Alice (http://www.onedirection-am.blogspot.pt/).



Este desafio é oferecido a blogues com menos de 200 seguidores e as regras são as seguintes:

* Postar 11 coisas sobre mim;
* Responder às perguntas que a pessoa que me ofereceu o desafio te colocou;
* Escolher 11 pessoas a quem passar o desafio (e deixar o respectivo link para os seus blogues);
* Criar 11 perguntas para essas pessoas;
* Ir à página deles e informá-las que têm um desafio;
* Não ignorar o desafio!



11 factos sobre mim:


1. Não consigo passar um dia sem relógio. xd
2. Sou completamente viciada na saga The Hunger Games, e considero a protagonista desta história a minha heroína preferida. :)
3. Choro sempre com cenas tristes em que se apresentam animais... 
4. Considero a Rihanna uma grande mulher e uma grande fonte de inspiração.
5. Estou constantemente com música atrás de mim.
6. Detesto calor e sol. :/
7. Costumo falar com os meus cães apesar de eles não me ligarem nenhuma! xd
8. Tenho uma panca em relação ao número 2.
9. Adoro os Janoskians e a forma como não querem saber daquilo que dizem sobre o que fazem e ainda brincam com isso. 
10. Tenho fastio às aulas....x)
11. Odeio completamente o Cristiano Ronaldo... (tenho as minhas razões...xd)

Perguntas:


1. Gostas de Ed Sheeran? Adoro!
2. Animal favorito? Cão.
3. Tens Twitter? Yap.
4. Gostas da minha fic? Nope. Eu amo-a! ;)
5. Porque é que criaste um blog? Deu-me na tola! :p Agora a sério, simplesmente queria um lugar onde pudesse escrever, então decidi experimentar uma coisa diferente do Facebook, e por aí fora! xd
6. Gostavas de viver aonde? Londres.
7. Tens irmãos/irmãs? Não.
8. O que achas dos Janoskians? Super engraçados, lindoos, originais e despreocupados. Resumindo, YOLO.
9. E dos What About Tonight? Cantam muito bem e são outros australianos que gostam dos 1D, sem referir que são muito giros! :p
10. Bebida preferida? Coca-Cola.
11. Qual dos 1D é o teu preferido? Amo-os a todos, mas o Liam é aquele, pelo qual sinto um carinho maior. :)


Minhas perguntas:

1. Dia ou Noite?
2. Música favorita?
3. Ídolo?
4. Gostas do Austin Mahone?
5. Qual a tua definição de perfeição?
6. Qual o teu maior desejo?
7. Amor ou Paixão? xd
8. Lema de vida?
9. Rapaz/rapariga ideal?
10. Alcunha? 
11. Qual dos 1D é o teu preferido?

Pessoas a quem passo o desafio:

http://astupidandcruellovestory.blogspot.pt/

http://onedirectionfics.blogspot.pt/

http://justsome1dfangirls.blogspot.pt/

http://onedirection-1d-iloveyou.blogspot.pt/


http://whynot-1direction.blogspot.pt/ Alguns! xd






25 de agosto de 2012

My Life- 2ª Parte




A todos (penso que não foram assim muitos mas aqueles que foram, são :p) aqueles que leram a 1ª parte à algum tempo, peço que leiam outra vez, porque está diferente e se não o lerem não vão perceber, daqui a diante... Peço desculpa... 
Queria agradecer àqueles que comentaram a parte anterior, e até as personagens... Apaguei muitas das coisas nas personagens, mas depois irão perceber como elas são caracterizadas, à medida que a história vai avançando. Queria também pedir imensas desculpas, por não postar, mas o meu computador estava com umas "deficiências", mas acho que já consegui resolver o assunto. XD 
Espero que gostem! :)





-Bem, menina Kayla, como lhe estava a dizer, adoraria continuar a  conversa mas penso que já chegamos.
-Sim, é o que parece. – referi eu, enquanto me dirigia para fora do elegante carro, em que me encontrava.- Pelo menos a morada corresponde à mesma que tenho aqui escrita. - disse, ao mesmo tempo que o confirmava.- Muito obrigada. Foi um prazer conhecê-lo, senhor…

******************

- ...Peter. E pode tratar-me por tu, menina. – declarou-me muito educadamente.- Deixe-me ajudá-la. – ofereceu-se Peter, para me ajudar com as malas. -Pronto, já está.- afirmou depois de me ajudar a retirar aquela "tralha" da mala do carro.
-Mais uma vez, muito obrigada.- agradeci eu, mais uma vez, com um sorriso, como sinal de agradecimento. Foi de facto muito simpático durante a viagem que fizemos e também por me ajudar com as malas…
-Não tem nada que agradecer. Tem aqui um cartãozinho com o meu número de telefone no caso de algum dia precisar…-disse entregando-me um pequeno cartão para as mãos.
-Não se preocupe, se um dia quiser raptar alguém peço-lhe boleia até ao aeroporto, e dirijo-me depois para a Conchinchina, e não pode dizer a ninguém se não arrasto-o comigo!
-Muito bem, fica combinado!- disse ele, entre alguns risinhos. Só de ouvir os risos dele, deu-me uma grande vontade de rir, eram muito engraçados. Mas por respeito, não o fiz, apenas sorri e dirigi-me á porta de “minha” casa. –Até à próxima, menina Kayla. –despediu-se ele.
-Até à próxima, Peter.- despedi-me eu também. Já em frente à porta da casa, toquei à campainha. Estava um pouco ansiosa  pois não sabia o que  me esperava. Mas também nunca fui uma pessoa de esquisitices, não era agora que começaria a sê-lo. Poucos minutos depois, ouço a porta a abrir-se, e em míseros segundos consigo ouvir um sotaque inglês num rápido «Olá». Levanto a cabeça com a intenção de conhecer a origem de onde aquela simples palavra viera. Quando o faço, deparo-me com uns olhos castanhos, um castanho igual ao das avelãs e bolotas que vejo no outono, enquanto caminho pela floresta, para me dispersar de tudo o resto, ver a natureza, senti-la, cheirá-la, sentir aquela brisa de outono nos cabelos, ver as imensas cores que enfeitam todo o caminho com folhas coloridas e ramos partidos... Concluindo, uns olhos que me fazem esquecer de tudo o resto, fazendo com que me concentre apenas neles. Olhos que me enfraquecem... Imediatamente, desviei o meu olhar daquelas pequenas avelãs, contemplando-o rapidamente podendo assim reparar no seu cabelo, liso e castanho, um castanho dourado com pequenas madeixas loiras que sobressaíam com a luz do sol que batia nas mesmas fazendo-as assim, brilhar. Por momentos pensei estar a ver o Justin, mas não, ele era mais alto, e demonstrava ser mais largo que o Justin. –Olá! Sou a aluna de intercâmbio é aqui a casa da família Payne, certo?-perguntei eu, de forma a cortar um momento constrangedor de silêncio.
– Sim é! – confirmou-me. Não me digas que vou ter que ficar com ele… Estes olhos durante um ano.... Calma Kayla, talvez ele seja só uma visita, quem sabe. Acalma-te. Age normalmente! Estupidez no nível máximo... Sinceramente.
- Então muito prazer! Eu sou a Kayla, Kayla Johnson. E tu?-tentei parecer normal, mas acho que a minha voz acabou por sair, de uma maneira diferente, muito... “falsa”, por assim dizer.
– Eu sou o L… Liam, Liam Payne! –apresentou-se.- Muito prazer, Kayla.
-Obrigada e igualmente. – comecei a descontrair-me, com a ideia de que ele podia ser, sei lá um primo que estava de visita. Mas queria ter a certeza se iria ficar com ele ou não, portanto decidi perguntar -Bem, parece que vamos ser colegas de casa durante algum tempo, certo?-a resposta demorou algum tempo, mas a única resposta que me deu foi um riso. - Desculpa, mas perdi alguma coisa? É que... de que é que te estás a rir exatamente?- estava completamente perdida, que eu saiba não disse nada de engraçado. Ele olhou-me confuso. Confuso? Eu é que deveria estar confusa, não?
- Nada de especial, foi só uma piada que me veio à cabeça... e...
-Sim, estou a ver...- yah, como se acreditasse nisso…A minha cara devia demonstrá-lo. Porque ele cedeu: -Pronto, está bem, estava a rir-me porque tive um pensamento… bem, em como gostava de te ter como amiga.
-Só isso?-perguntei-lhe ainda não muito convencida
-Fogo, estava a pensar em quem não gosta de ter uma rapariga bonita como tu, como amiga. Satisfeita?- senti as maçãs do rosto um pouco quentes, estava envergonhada, o que não é bom sinal. Mas não o posso mostrar.- Fica já a saber que adoro o teu nome! – tentei pagar-lhe na mesma moeda, mas numa forma... diferente!- Sabes, além do teu nome, adoro também outras coisas em ti...-disse sussurrando-lhe junto do ouvido mas perto dos seus lábios. Senti a sua respiração um pouco forte, sorri e afastei-me dele, virando-lhe as costas.- então, não me vais responder à pergunta?
-? O quê? Que pergunta?
-Perguntei-te, se íamos, ficar algum tempo juntos.... Mas onde é que andas com a cabeça?- disse na brincadeira- Então Liam, responde.







15 de abril de 2012

Imagina*

Liam



Imagina que os rapazes estavam em digreçao e quando o Liam chega ao Hotel o Harry estava sentado no sofá ao telemóvel a falar com a sua namorada. Quand o Harry desliga o Liam diz-lhe:
- Outra vez a falr com o teu amor?
- Sim! Porquê?! Tens problemas?
-Sim, tenho!
-Ai, é! Então e quais são?
- Não tenho a (teu nome) ao meu lado!

14 de abril de 2012

"My Life"- 1ªParte





Por Favor, digam o que acham... Quando o texto estiver entre «» quer dizer que a Kayla está a escrever no seu diário. É mais fácil, pela data, quando estiver uma data como está aí e baixo, quer dizer que ela está a escrever no diário... Sejam sincers. Espero, que gostem! :)  
 --->Expresso-me lindamente, hein?


23 de julho de 2009

«Finalmente! Finalmente livrei-me do peso que me consumia nestes 14 anos da minha vida! Finalmente confrontei os meus pais. Finalmente lhes disse tudo que, por eles, sentia. Tenho 14 anos, sou jovem, preciso da sua mínima atenção, mas não! O trabalho é o mais importante, o dinheiro é sempre mais importante!
Apesar disto, estranhamente, sinto-me feliz, livre, como nunca me tivera sentido. A caminho de Londres, estava eu. Sempre adorei Londres, posso dizer eu é uma das minhas cidades favoritas, seria a primeira vez que a visitaria, quer dizer, assim desta maneira. Nisto o que mais me deixou triste foi ter deixado  os meus "maninhos"! Foi difícil despedir-me deles. Provavelmente não estarei mais com eles pelo menos durante um ano, pois ficarei alojada numa casa em Londres, como aluna de intercâmbio… Por falar nisso, onde irei ficar? E com quem?!... Isso logo verei! Bem, voltando ao quanto foi difícil deixar a Katy e o Justin, eu não fico preocupada com isso, pois o Justin está prestes a começar a sua carreira como cantor e a Katy…bem, a Katy tem as gravações , concertos, sessões fotográficas, entrevistas, enfim coisas de artistas… Algumas das coisas que eu já fiz…
Viera para Londres para espairecer do ar pesado que tinha comigo nos Estados Unidos. O que farei em Londres?! Conhecer, apenas quero aprender. Estranho não é? Querer estudar? Mas iria estudar numa escola onde existe a minha "especialidade".  Uma escola de artes, era o tipo de escola que me esperaria. Como consegui vir?! Por mim teria vindo sem que ninguém soubesse, mas preciso da autorização dos meus pais, pois não sou maior de idade! -Não, foi o Jay que me obrigou a falar com os meus pais!»

Caros passageiros, daqui fala-vos o comandante do avião. Pedimos por favor que coloquem os seus cintos de segurança, pois estamos prestes a aterrar sobre o aeroporto Nacional de Londres. A tripulação deseja-lhe uma óptima estadia pela cidade e agradece a sua preferência por viajar na nossa companhia.- ouviu-se por todo o avião a voz do comandante. O mesmo discurso de sempre, todas viagens, sempre a mesma coisa…


Dirigi-me para fora daquele meio de transporte gigante, com intenção de ir buscar as minhas malas. Esperei e esperei, até encontrar todas as malas, bem podia até ficar lá durante um ano mas não eram assim tantas malas… De seguida, encaminhei-me á saída do aeroporto de Londres e apanhei um táxi. Educadamente, li num pequeno papel a morada da casa onde ficaria e dirigimo-nos para lá.
-Então menina? Não é daqui pois não?- perguntou-me, um homem já de alguma idade, mas muito bem-parecido, um taxista de olhos verdes e cabelos ruivos, muito simpático por sinal.
-Não, não sou. - respondi-lhe com o melhor sorriso, que conseguia mostrar naquele momento, estava estafada, a viagem não foi propriamente curta, e já não dormia muito bem a alguns dias. Com a ida a Atlanta, para me despedir do Justin, eu já não vejo à pelo menos uma semana, e com uma nova visita a Hollywood, já não ia lá à pelo menos um ano. Foi bom rever os amigos, assim pude despedir-me de todos, quando apenas fui despedir-me da Selena. Foi difícil, mas teve que ser, preciso de respirar um novo ar, ver novas coisas, ser finalmente livre, poder ser eu.
-E é de muito longe?-continuou o simpático homem que se encontrava no banco esquerdo á minha frente, com o volante nas suas mãos, despertando-me dos meus pensamentos.
-Bem, posso, dizer que sim. Venho de Nova Iorque.
-Nova Iorque. Então veio só para uma breve visita, trabalho ou para ficar?
-Tenciono ficar, pelo menos durante um ano. Visitar, também faz parte dos meus planos. Mas venho principalmente para estudar.- informei-o.
-Estava mesmo, a gostar da conversa, menina…
-…Kayla.- completei, eu.
-Bem, menina Kayla, como estava a dizer, estava a gostar da conversa mas penso que já chegamos.
-Sim, é o que parece. – dirigi-me para fora do elegante carro, em que me encontrava.- Pelo menos é a mesma que tenho escrita. – disse, ao mesmo tempo que o confirmava.- Muito obrigada. Foi um prazer conhecê-lo, senhor…


4 de abril de 2012

Personagens- FanFic "My Life"

Primeiras Personagens principais:
Ordem em que são referidas ou apresentadas:



Apenas os nomes e as idades. Alguns devem conhecer, certo? XD 
As características irão ser apresentadas na Fic! :) 

-Kayla Rue Johnson, 14 anos.
-Justin Drew Bieber, 15 anos.
- Katheryn Elizabeth Hudson (Katy Perry), 25 anos. 
-Liam James Payne, 15/16 anos.
-Harry Edward Styles, 15 anos.
-Zayn Jawaad Malik, 16 anos.

Se não gostam das personagens, por favor digam.